fbpx
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin

Maneiras de entender e ajudar uma criança a lidar com a timidez

Primeiramente, é importante falar que a timidez não é uma doença, ela é uma característica da personalidade de cada pessoa. Em crianças, essa característica costuma causar muita preocupação nos pais.

Esse traço de personalidade necessita de uma atenção redobrada, pois em excesso pode representar um verdadeiro problema na vida da criança. Por isso é importante observar a forma na qual seu filho ou filha se relaciona com os outros ao seu redor.

Alguns sinais de alerta são perceptíveis como o fato da criança preferir realizar atividades sempre sozinha ou precisar sempre do incentivo dos pais para comunicar-se. Além disso, outros sintomas como gagueira e vermelhidão podem ser um sinal preocupante.

O excesso de timidez torna-se um problema quando ao observar os sinais percebe-se que isso prejudica relações sociais e afetivas e tira oportunidades da criança podendo desencadear doenças como crise de ansiedade e depressão.

Como lidar e ajudar a timidez excessiva de uma criança

Antes de tudo, a ajuda que a criança precisa receber deve vir da família que são as pessoas mais próximas, ou seja, os pais são essenciais no processo de ajudar a criança a lidar com a timidez. Isso deve ser feito com o estímulo do diálogo dentro de casa mesmo que através de brincadeiras didáticas.

É importante também que a criança se sinta motivada a querer falar sobre seus sentimentos, sobre o que gosta de fazer, o que a deixa feliz. Os pais como os primeiros educadores devem transmitir o sentimento de segurança e afeto, evitando críticas e opressões em consequência da timidez.

A timidez infantil no ambiente escolar

Um dos locais onde a timidez em excesso pode prejudicar o desenvolvimento da criança é a escola. Essa característica da timidez se torna um sinal de alerta quando frequentar a escola se torna uma tortura para a criança.

Por outro lado, é preciso saber identificar a diferença da timidez normal de uma excessiva. Nem sempre a timidez deve ser preocupante. Por exemplo, em algumas situações isoladas como falar em público ou ao conhecer pessoas novas, é normal que a criança se sinta um pouco tímida e receosa no primeiro contato.

Ajuda escolar, dos pais e profissional

Os pais, como falamos acima, são os primeiros educadores, então essa ajuda deve partir primeiramente deles. Eles devem estar sempre atentos, conversar com o professor para saber o desenvolvimento da criança dentro da sala de aula, são pontos fundamentais para entender e lidar com a timidez de uma criança.

Aqui na Ethos, estamos sempre em contato com os pais para tirar quaisquer dúvidas. Nossas práticas didáticas têm por objetivo estimular, interagir e ajudar no desenvolvimento das crianças.

Sobretudo, o acompanhamento com um psicólogo também pode ser útil para ajudar a criança no seu autoconhecimento. Existem profissionais capacitados para lidar com esse tipo de situação. Além disso, a timidez infantil pode ser uma fase, causada por um bloqueio emocional.

Desenvolva atividades que a criança goste e em conformidade com as suas fases de crescimento. Apoie dinâmicas com outras crianças. Tente sempre orientá-las com calma e confiança para que elas sintam confiança em vocês pais, professores. E principalmente nelas mesmas.

O que achou do conteúdo? Que tal compartilhar esse texto e ajudar outros papais e mamães a entenderem um pouco mais sobre a timidez em crianças?

 

Inscreva-se na nossa newsletter e receba todas as novidades.

Publicações recentes

Nada melhor do que um bom planejamento para organizar as atividades do dia a dia. Acompanhe a rotina acadêmica dos seus filhos clicando aqui!

Fale conosco!

    Escola Ethos

    Av. T-3, Quadra 171A, Lote 2E
    1816 – St. Bueno, Goiânia – GO,
    74215-095, Brasil

    © 2021 Todos os direitos reservados ESCOLA ETHOS LTDA.
    CNPJ: 05.328.346/0001-37