fbpx
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin

O estímulo da criatividade na primeira infância

Crianças são naturalmente curiosas, e com isso, exploradoras. Aprendem muito por influências externas, por isso um ambiente seguro para o contato com novos estímulos é essencial para o desenvolvimento da criatividade ao longo de sua vida.

Na atualidade, podemos perceber que temos um excesso de estímulos e informações por todos os lados. Principalmente na primeira infância, é preciso investir em atividades para a estimulação da imaginação, e ter cautela na introdução de novas tecnologias nessa fase do desenvolvimento.

  • Provoque a criatividade e autonomia

Criatividade é muito mais do que arte e brincadeiras. É também buscar recursos para escapar dos problemas e reinventar-se. É educação, para que a criança possa ir além da fixação e reprodução dos conhecimentos adquiridos.

Dê espaço para a criança, mostre que o seu tempo é dela se ela precisar. Mas apenas como apoio, pois quem irá resolver o desafio será ela mesma. A família pode realizar atividades sortidas, instigando a busca e a imaginação.

  • Encoraje-a com um ambiente incentivador

Uma atmosfera criativa é muito mais do que um espaço. É preciso fazer com que elas borbulhem as ideias e não há ninguém melhor do que a própria criança para te dizer quais são as suas preferências. Cores, formas e brinquedos lhe darão um norte sobre como construir esse ambiente.

Depois, preencha o local com livros, brinquedos, música, papéis em branco, lápis, e afins. Um ambiente que motive as crianças, por meio do lúdico, possibilitar a fluidez não só do corpo, mas também das ideias.

  • Busque ambientes e culturas novas

Como dissemos no primeiro parágrafo, as inspirações da criança são externas. Por isso, muitas vezes é preciso sair da rotina e fazer, ver e pensar diferente para conseguir estimular o cérebro a novas possibilidades. Esses novos ambientes e pessoas são ricos em estímulos que instigam a imaginação e curiosidade, elementos essenciais para expandir a criatividade.

  • Valorize o processo

A capacidade criativa tem como base a habilidade de transformar as perguntas em soluções. Por isso, é preciso estimular que a pergunta seja feita em busca do conhecimento. E, se a criança não conseguiu chegar no resultado esperado, vale muito mais o esforço e a preocupação de realizar e ir até o fim, do que as expectativas em si.

Essas são algumas estratégias para o pensamento autônomo e flexível, para valorizar as ideias e expressões criativas, sempre como um caminho para novos aprendizados. Lembrando que cada criança é única e especial de sua própria maneira, a melhor forma é analisar o que funciona e moldar tudo o que foi aprendido.

Inscreva-se na nossa newsletter e receba todas as novidades.

Publicações recentes

Nada melhor do que um bom planejamento para organizar as atividades do dia a dia. Acompanhe a rotina acadêmica dos seus filhos clicando aqui!

Fale conosco!

    Escola Ethos

    Av. T-3, Quadra 171A, Lote 2E
    1816 – St. Bueno, Goiânia – GO,
    74215-095, Brasil

    © 2021 Todos os direitos reservados ESCOLA ETHOS LTDA.
    CNPJ: 05.328.346/0001-37